Beneficios - Frescos continente pescada

pescada

pescada continente frescos




















pescada continente frescos
eat smart
baixo teor em gordura e de elevado valor biológico
pescada continente frescos


Em função do teor de lípidos os peixes são classificados em 4 categorias “magro”, “baixo teor em gordura”, “teor médio de gordura” e “alto teor de gordura”. A pescada neste sentido é um peixe magro, apresentando um teor de gordura inferior a 2% por 100g. É um peixe com uma boa quantidade de potássio, fósforo, iodo, cálcio, magnésio, sódio, vitaminas do complexo B (B3, B6 e B9) e proteína de elevado valor biológico.





Benefícios do consumo de pescada:

MANUTENÇÃO DOS OSSOS E DENTES
A Vitamina D existente na pescada tem um papel fundamental na manutenção dos níveis de cálcio e fósforo adequados para a mineralização óssea.
PROMOTOR DE ENERGIA
A vitamina B12 contribui para a produção de energia no organismo, interferindo também ao nível da redução do cansaço e fadiga
SAÚDE DO CORAÇÃO
O potássio presente na pescada contribui para a manutenção de uma pressão arterial normal.




Recomendações diárias:


Segundo a Organização Mundial de Saúde, o grupo da Roda dos Alimentos “Carne, pescado e ovos” deverá entrar na nossa dieta com 1,5 a 4,5 porções diárias. Uma porção de pescada corresponde a 25g peso depois de cozinhado (30g peso em cru). Composição nutricional em cru (por 100g de parte edível)




PESCADA E BERINGELAS GRATINADAS

Ingredientes:
2 beringelas grandes;
2 curgetes médias cortadas em cubos pequenos;
1 tomate grande picado;
1 cebola média picada;
4 lombos de pescada;
20 g de Azeite;
Sal e pimenta q.b.;
Manjericão q.b.;



Modo de preparação:

1. Aqueça o forno a 180ºC.

2. Corte as beringelas ao alto e retire a polpa com a ajuda de uma colher de sopa. Pique a polpa da beringela.

3. Numa frigideira junte o azeite, a polpa da beringela, as curgetes, a cebola, o tomate, o sal, a pimenta e refogue em lume brando durante 5 minutos.

4. Recheie as beringelas com o preparado anterior. Coloque um lombo de pescada sobre cada metade de beringela. Tempere com sal e pimenta.

5. Coloque as beringelas num tabuleiro de forno com 1 cm de água no fundo. Leve ao forno a gratinar durante 15 minutos. Retire do forno e salpique com manjericão.


Nutricionista Filipa Esposeiro


sabia que...
É um peixe que se alimenta de outros peixes mais pequenos e crustáceos.
como consumir
HÁ MUITAS MANEIRAS DE A CONSUMIR



cozida
frita
forno
como escolher
Olhos brilhantes e convexos, odor agradável a a fresco (mar), cor brilhante, escama aderente.
como conservar
Peixe inteiro - Em recipiente fechado na parte inferior do frigorífico, durante 1 a 2 dias.
pescada continente frescos
  GET MOVING
boa fonte de vitaminas e minerais
pescada continente frescos
A Pescada é um peixe “branco” de água salgada com características nutricionais interessantes e benéficas para o nosso organismo. Pela consistência que a sua carne branca apresenta, pelo sabor ligeiramente adocicado e por conter pouca quantidade de espinhas, para os consumidores a Pescada é considerada um dos melhores peixes da sua família (Merlucciidae). Mas, se analisarmos a sua composição, apercebemo-nos que a pescada é muito mais para além disto! Este peixe contém menos de 2% de gordura e concentra a sua riqueza nas proteínas de grande valor biológico, vitaminas e minerais essenciais. A sua composição de aminoácidos é completa (contém os 9 aminoácidos essenciais) e equilibrada. No seu cardápio de vitaminas e minerais constam principalmente as vitaminas do complexo B, e minerais como o ferro, magnésio, fósforo, potássio, iodo, selénio e cálcio. Talvez por estes e por outros motivos, a Pescada continue a ser dos peixes mais consumidos no nosso país!




Época da pescada



É um peixe que podemos encontrar durante todo o ano. Reproduz-se principalmente de janeiro a abril e é pescado nas zonas Atlântico Nordeste e Mar Mediterrâneo. As técnicas usadas para a sua captura são de arrasto e redes de emalhar.



benefícios para a saúde


Músculo: Previne a perda de massa muscular
Defesas: Fortalecimento sistema imunitário
ossos: Previne raquitismo
tiróide: Regula o funcionamento da glândula tiróide
cérebro: Auxilia nas funções cerebrais
Vasos Sanguíneos: Reduz pressão arterial diastólica






SUGESTÃO DE CONSUMO:



Pescada cozida acompanhada com batata doce, feijão verde e ovo cozido. Tudo polvilhado com cebola e alho picados e temperado com azeite e sumo de limão.







pescada e exercício físico




Todos os tipos de peixes (magros e gordos) devem fazer parte da dieta de qualquer desportista, seja qual for a modalidade ou objetivos (ex. hipertrofia muscular; reduzir percentual de massa gorda; melhorar a performance).

A Pescada é um peixe magro, o que significa que tem um teor de gordura baixo. Esta característica permite que este peixe se encaixe também nas refeições pré e pós treino. É de fácil digestão e fornece os aminoácidos, vitaminas e sais minerais que iremos utilizar no decorrer do treino (caso se utilize como pré treino) ou que iremos precisar de repor (caso se utilize como pós treino).

Desde a fase de preparação até à fase de recuperação de um treino, determinados nutrientes irão interferir em cada uma destas fases, nos momentos certos. Isto faz-nos chegar à conclusão de que a nutrição, sendo adequada, tem tanta importância quanto um bom estímulo e disciplina de treino!

Grande parte destes nutrientes essenciais a uma otimização e aproveitamento do treino podemos obtê-los através do consumo de Pescada, o que faz desta espécie um alimento muito apreciado pelos desportistas.


 



Personal Trainer Tiago Silva
Formado em Nutrição Desportiva




benefícios

Fonte de vitamina B12, que contribui para a formação normal de glóbulos vermelhos, a pescada deve fazer parte de qualquer dieta alimentar.



continente frescos

pirâmide alimentar Porções por dia

2-3açucares (ESPORÁDICAMENTE)
laticínios2-3

2-3carne - peixe

vegetais3-5

2-4Frutas

grãos6-11
passo a passo prepare uma receita deliciosa em 3 tempos
...
Lombos de pescada crocantes com sementes de sésamo
31 min
4 pessoas
Ingredientes:
4 postas de pescada
2 dentes de alho picados
sal e pimenta q.b.
sumo de 1 limão
raspa de 1 limão
azeite q.b.
1 malagueta picada
2 fatias de pão esfareladas torradas
1 c. sopa de cebolinho
2 c. sopa de sementes de sésamo
1 ovo
seguinte
voltar
Confeção:
PASSO 1
Tempere a pescada com sal, pimenta, sumo de limão e alho.
seguinte
voltar
Confeção:
PASSO 2
Numa tigela misture a raspa de limão, o azeite, a malagueta picada, o cebolinho, as sementes de sésamo e o pão bem esfarelado.
seguinte
voltar
Confeção:
PASSO 3
Coloque as postas de pescada num prato de forno. Pincele as postas com clara de ovo e cubra com a mistura de sésamo.
seguinte
voltar
Confeção:
PASSO 4
Regue com azeite e leve ao forno a 160ºC por cerca de 20 minutos.
seguinte
voltar
bom apetite!